domingo, 29 de março de 2009

Rob Bell - 01 - Rain (Legendado)

Um vídeo lindo que peguei do blog da Biltty pra começar bem a semana!

1 ANO

No dia da nossa chegada!!!

Um ano depois, voltando do restaurante mexicano!


quinta-feira, 26 de março de 2009

SAMANTHA E RAFAEL

Eu já escrevi por aqui que meu irmão caçula Rafael, mais conhecido como Caju, é uma figura. Do tipo que dá nó em pingo d'água. Tá morando lá em Londres há mais ou menos 1 ano e meio num apartamento com amigos.
POis então, essa semana ele me chamou no skype porque queria me mostrar uma coisa. Não é que a "coisa" era uma galinha? E mais: ela bota ovo de 1 a 2 vezes por dia. E o melhor: a bicha é igual a um cachorro. Super dócil, quer ficar por perto o tempo todo, quando tá no quintal pede pra entrar em casa e fica no ombro igual a um papagaio. Ah, e ama ficar no colo!
Não sei porque isso não me espanta muito. O Rafael é assim, cheio de surpresas inusitadas e engraçadas.
Quando vi a Samantha lá toda prosa falei que ele é meu herói e na hora já pensei: "vai ter que ir pro blog"!




domingo, 22 de março de 2009

1 ANO DE CANADÁ

Há exatamente 1 ano atrás, nossa aventura em terras geladas começava. Lembro direitinho deste dia em que desembarcamos em Toronto e depois Montreal. Como foi bom ver a cara dos amigos lá esperando a gente! A chegada na nossa casa, a neve na rua, o frio nas pernas, a porta aberta com a chave na caixa de correios foi a primeira coisa boa de estar aqui.

O balanço deste um ano é bem positivo. Achei que passou rápido mas que também demorou muito. Muita coisa vivida, conquistada. Mas ainda muita coisa por fazer. Muita gente querida entrou na nossa vida, mas a expectativa de rever os amados que ficaram cresce a cada dia.

A nossa história aqui ainda não acabou, está apenas começando. É hora de tomar fôlego, olhar pro alvo e seguir em frente.

Hoje, quando estava vindo escrever aqui, a palavra que gritava no meu coração era GRATIDÃO! Obrigada a Deus pelo cuidado concosco, pelo carinho e graça intermináveis. Obrigada aos nossos pais e irmãos por, apesar de sofrerem de saudades, estarem sempre nos enconrajando e achando que somos os melhores e mais bonitos do mundo. Obrigada aos amigos tão queridos que ficaram por não se esquecerem de nós e por sempre nos manter em dia com o que acontece por aí. Confesso que estou bem surpresa porque o carinho tem vindo de onde menos esperávamos. E obrigada aoa amigos daqui, por fazerem da nossa aventura tão mais fácil, agradável e engraçada!

Com certeza amamos a cada um e nossa vida não seria tão divertida e emocionante sem vocês.

E, pela primeira vez, obrigada à todos que fizeram do blog uma leitura quotidiana e que se divertem conosco. Fico muito feliz de ter vocês aqui, de verdade. O carinho e comentários de vocês nos faz seguir em frente com esse projeto que nasceu sem a mínima pretenção de alcançar tanta gente. Obrigada de coração!

Dizem por aí que uma imagem vale mais do que mil palavras. Então fiquem com o super texto abaixo.

Um grande beijo dos Turus e um feliz ano que se inicia

video

sexta-feira, 20 de março de 2009

Hoje dia 20 é niver da Rebeca, nossa melhor amiga-irmã.

A Rebs ocupa um lugar muito especial no nosso coração.

Não somos amigas desde pequenas. Aliás nossa amizade começou de repente (mais uma coisa boa que veio junto com o Pipe na minha vida) e se tranformou em algo que eu não sei como vivi sem. Hoje ela é nossa madrinha, minha conselheira, discipuladora (segura essa), minha enciclopédia pra coisas complicadas da existência do ser.

Sempre que tenho um grande problema ou uma grande alegria fico louca pra contar pra ela. Ela é AMIGA com letra maiúscula e foi com ela que eu aprendi o que é amizade de verdade, amizade que nem a distância nem o tempo interferem. E tudo o que vem dela é bom: marido, filhos, irmão, pai, mãe e até a "nossa" avó.

Tia Rebs é engraçada de um jeito especial, é verdadeira e sincera.
É dona de uma beleza única. E o mais lindo dela: reflete Jesus só de respirar. É a amiga mais rica que eu tenho: seus tesouros são especiais e únicos.

Amiga,
tô aqui chorando morrendo de vontade de tá aí pra comemorar com você. Coisa chata essa coida de distãncia. Mas daqui tô orando pra Papis Celeste de dar o melhor dia do ano só com gente querida. E que Ele te encha de alegria, paz, saúde, sabedoria e muito amor.
E mesmo que a gente não tenha sido amiga desde pequena e não tenhamos dançado Xuxa juntas, a nossa amizade é pra toda Eternidade.
Nós te amamos sem noção!


quarta-feira, 18 de março de 2009

Finalmente os termômetros começam a subir. Finalmente mesmo!!! Chega de frio!
Na verdade o que mais incomoda durante o inverno não é nem o frio nem a neve: é a falta de claridade. A gente acorda e ainda tá aquele "meio escuro meio claro" e às 16:30h já tá escuro. Isso sim é DESESPERADOR! Agora que já passou não sei como consegui sobreviver.
Porque eu sou do tipo que tem o humor completamente influenciado pelo sol. Amo dias claros. Aliás, amo o dia mais do que a noite. Noite é pra dormir e dia é pra aproveitar. E graças a Deus o Pipe é como eu.
E com o frio menos intenso e o sol firmando, esse final de semana saímos pra dar uma voltinha. O clima estava realmente agradável e é impressionante como o humor das pessoas começa a mudar com o sol.

Olha o Pipe aí tirando a foto no meio da rua e falando "ai, Turu, que mico. A gente não é mais turista."
Eu sou brasileeeeeeeeeeeeeeeeeira!!!

Encontramos com o Adilson e a Bia e depois viemos aqui pra eu poder colocar em prática meus dotes de cabelereira.

Não é que ficou bom? Até eu fiquei surpresa. Bom, de fome já sei que não morro.

E no sábado a noite encontramos a turma num restaurante aqui perto.

Fora isso, o final de semana foi ficar de molho. Não fui trabalhar na sexta por causa da minha bronquite. Fiquei mais de 24h sem colocar os pés na rua, só de pijama dentro de casa. Ai que delícia! Pelo menos pra isso a bronquite tá valendo a pena.

sexta-feira, 13 de março de 2009

FATOS DA SEMANA

1- Essa semana foi marcada pela loucura que deu na previsão do tempo. Tivemos calor (entenda-se: calor aqui = 3 graus e olhe lá) e depois de novo o frio = -20 ontem.

2- Na quarta-feira a luz no prédio onde trabalho acabou e tivemos que evacuar a garderie. Tudo pra mim é sempre engraçado e essa situação não poderia deixar de ser. Começamos ligando para os pais dos meus bebês e em meia hora todos já tinham ido. E depois foi a vez dos maiores. Às 16:30h já não tinha ninguém. A evacuação é necessária (acho que o que deixa a situação engraçada é a expressão "evacuação" que me lembra o exagero/bitolação norte americana com segurança e blábláblá) porque depois de algum tempo sem o sistema de aeração o calor começa a pegar . Detalhe: pra mim, brasileira da gema, tava era bom demais. Mas pra esses branquelos aqui estava demais. Mas falando sério, sem luz também ficamos sem sistema de ventilação, telefones, computadores, a luz propriamente dita - e no escuro criança fica ainda pior - microondas e água quente. Mas independente de qualquer coisa, foi bom demais sair mais cedo e pronto!

3- Como saí mais cedo na quarta proveitei pra passar no médico porque há dois dias parecia ter um "ser" dentro do meu pulmão que falava toda vez que eu respirava fundo. Não achei que fosse nada porque apesar do ruído estranho, não sentia absolutamente nada. Uma tosse as vezes, fora isso nada. Mas aí, eis que a médica chinesa diagnosticou: bronquite. Pode? Nunca tive isso na vida, gente. Achei estranho a princípio e até pesquisei na internet quando cheguei em casa. Não é que a olhinho puxado tava certa? Segundo o site, a bronquite se dá "por exposição do indivíduo à substâncias alergênicas (entre outras)". Normalmente isso quer dizer cigarro mas no meu caso isso quer dizer "crianças gripadas o dia todo". Isso, peguei com meus bebês da garderie que há 2 meses estão doentes com algum problema respiratório.
Resultado: antibióticos, nada de frio de jeito nenhum, dois dias de licença e muito chamego do marido.


A foto é pra minha mãe e minha avó: hoje lavei o cabelo e sequei no sol que, dentro de casa, tava forte pra xuxu.

terça-feira, 10 de março de 2009

"Sápassá" (tradução: sábado passado), fizemos a nossa reunião de oração aqui em casa. Não preciso nem falar que foi muito bom.
Havia muito tempo que não preparava um lanche com tanto prazer.
A reunião em si foi muito gostosa. Quase nada de palavra e muito louvor. Louvor porque temos muito mais a agradecer do que pra pedir. Deus tem feito muita coisa boa nas nossas vidas e só o cuidado que Ele tem tido conosco é motivo de sobra pra agradecer. No fim os maridos oraram pelas esposas e vice-versa. E depois o Lúcio compartilhou com a gente uma "pensata". Sim, algo que tem tocado o coração dele e que ele compartilhou para que nós pudéssemos pensar. E algo que testificou muito também com o que Deus tinha falado durante toda a samana no meu coração.

Estar aqui longe da família, amigos e da igreja as vezes não é fácil. E são momentos como este que tivemos, em que paramos para agradecer e perceber o quanto já caminhamos até aqui com Deus de mãos dadas, que nos fazem conseguir seguir em frente. Eu sou muito grata a Deus pela vida dessa galera que tá sempre nos abençoando com a presença deles e compartilhando aquilo que Deus tem colocado no coração. Não sei o que seria da gente sem eles não!

Pipe lindo no louvor
Lúcio compartilhando com a "pensata"

O lanchinho depois. Fiz pra gente pão sem fermento (da época de Jesus). Muito simples de fazer e fica muito gostoso tanto puro quanto com molhinhos e queijinhos.

domingo, 8 de março de 2009

Dia 8 de março!

Povo, VIVA AS MENINAS!!!!! Eu fiz o texto abaixo há uns 2 anos atrás num dia 8 de março. É de coração e por isso vou postar aqui!

"Gente,
tô aqui pra dar parabéns pra gente. Vim hoje trabalhar pensando em ser mulher. E querem saber?
Sou muito grata a Deus por ter me feito mulher. Porque assim, posso gostar de rosa a vontade. Ser mulher é maravilhoso demais! Que maravilha é poder mudar um visual e melhorar a auto estima com apenas uma escova, ou banho de creme, ou fazendo as unhas ou as sombrancelhas. Pra nós isso é tão simples...que maravilha é poder chorar a vontade, a qualquer momento e por qualquer coisa sem parecermos fracas. Podemos lavar nossa alma com apenas uma enxurrada de lágrimas e já estamos novas. É bom poder chorar a vontade de alegria, tristeza, raiva, decepção, emoção,angústia e as vezes até por nada mesmo...só por chorar...e isso nos faz um bem enorme, não é mesmo?

Podemos nos sentir as mais poderosas do mundo só por estarmos depiladas, de unhas feitas, cabelo lindo, salto alto e uma roupa bacanca!!! Somos como flores que precisam ser cuidadas. Mas ao mesmo tempo somos fortes como uma rocha...nos rachamos por dentro muitas vezes mas nada que um bom choro ou salão não nos recupere. Conseguimos fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, e todas bem feitas! Somos mais resistente a tudo: gripe, dor de barriga, abalos emocionais...que homem sofre essas coisas e não fica pelo menos 2 semanas abatido ou de cama e depois mais um mês lamentando?

Pensando em tudo, sou grata até mesmo pelo fato de podermos sentir tanto o nosso corpo com as mudanças hormonais mensais. Raiva, tristeza, cólica, uma dor de barriga que não é dor de barriga, calor...tudo isso dentro de um corpo só e as vezes ao mesmo tempo. Homens estudam tanto isso na medicina ou em biologia e nunca saberão com certeza essas sensações.

Somos demais!!! Segundo a Bíblia, podemos edificar um lar quando somos sábias ou destruíl-lo, quando somos richosas ou chatas demais. Quanto poder! Tudo em nossas mãos! Podemos também sentir coisas inexplicáveis até pra nós mesmas. Esse nosso sexto sentido as vezes chega a assustar de tão certeiro.

E um dos melhores motivos de sermos mulheres: temos a possiblidade de sermos mais parecidas com Deus ao gerar uma vida dentro de nós! Deve ser a melhor sensação do mundo (essa é pra minha amiga irmã Rebs). Acho que quando estamos grávidas somos um pouco como Deus...já conhecemos este ser antes mesmo de nascer e já o amamos de uma forma incondicional, como Ele nos ama!

Obrigada, senhor, porque sou mulher. Porque sou sempre uma princesa diante dos teus olhos. Sou preciosa e única e o Senhor tem sempre o melhor guardado pra mim. Obrigada pelas minhas amigas e, em nome de Jesus, nos abençoe para que possamos sempre refletir tua luz e teu carater a todos a nossa volta. Nos abençoe também para que possamos cuidar da melhor forma de todas as suas coisas que o Senhor coloca em nossas mãos: nossa casa, nossa família, nossos filhos, maridos, profissão.E também para que possamos sempre usar da melhor forma todos os atributos que o Senhor só confiou a nós! Sinto como se fosse um segredo apenas entre nós e o Senhor e por isso me sinto uma privilegiada porque o SEnhor confiou em nós. Obrigada de verdade,
Senhor! Que a minha vida seja apenas pra Tua glória e nada mais.
E às minhas amigas, um grande beijo com muuuito carinho




quarta-feira, 4 de março de 2009

CASAMENTO - A HISTÓRIA DOS MEUS PAIS (Vale a pena ler)



Hoje é o aniversário de casamento dos meus pais e ao invés de escrever algo aqui, quero colocar um texto que minha irmã perfeita e linda escreveu sobre eles. Eu não tenho nem coragem de mexer em uma vírgula sequer. É um pouco longo, mas vale a pena "investir" um tempinho pra ler, rir e chorar um pouquinho. (Pipe)

"Neste dia, há 37 anos atrás, todos os amigos do pai e da mãe, inclusive eles, estavam correndo pra terminar a 8ª igreja à R. Itamogi pro casamento destes "pombinhos". Carregando bancos emprestados da Ig. Batista da Floresta, limpando a igreja, disfarçando os buracos, ensaiando as músicas... lembro-me como se fôsse ontem. kkkkkk - Brincadeirinha. Amigos e família, todos ralando afim de ver esse casal querido casando e vivendo felizes para sempre. O casamento deles foi o primeiro casamento da oitavinha. Abrindo com chave de ouro...muitos que estavam por vir.
 
Eu sou fruto desse amor. Falo amor de boca cheia. É verdade que casamento é uma palavra complicada hoje em dia. Viver
junto para sempre então?!?!?! Nem se fale! Mas sério, o casamento dos meus pais me fazem acreditar que esse negócio de casamento pode funcionar sim e ser lindo, divertido apesar dos MUITOS DESAFIOS.
 
Não tô "viajando". Já vi discussões, choros, um emburrado aqui outro ali... vi muito sacrifício... coisa de amor mesmo, mas vi  muitas gargalhadas, companheirismo, abraços, carinhos e beijinhos sem ter fim. E quem disse que um choro ou uma discussão, as vezes, não é bom??? As vezes não é não...mas... fazem parte.
 
O pai e a mãe viveram juntos, no significado mais amplo desta palavra, na doença, na dor, na alegria, na tristeza, na riqueza, na pobreza, na construção, na destruição, nas reformas e até mesmo ficaram juntos quando a vontade foi de não estarem juntos. 
As renúncias são diárias e a maioria delas são feitas com alegria, afim de ver um ao outro feliz. Falo isso documentando do que vejo e vivo aqui, com eles. Quantas vezes eu escutei. - "Deixa assim, filha... Seu pai gosta desse jeito. Não tem problema", sabendo que a mãe faria diferente, se não fôsse por ele. No fim do ano,  eu sentei aqui a na sala, não era bem aqui nessa sala, pois a sala já mudou de lugar... ela tem mudado muito ultimamente, cada hora está num canto... mas, voltando ao assunto, estávamos só eu e meu pai na sala e ele me disse: -" Será que existe no mundo alguém mais bonita que a sua mãe???" Falou assim... do "nada"... falou do que seu coração estava cheio. O tanto que esses dois se admiram é lindo de ver. É admirável!
 
O pai é um pouco doido, o que faz a mãe doida também, pois ela topa todas com ele e ainda o defende. Homem teimoso, mas já cheguei a conclusão que essa é uma característica de todos os homens. Guerreiro. Nosso herói! Acredita na gente. É ele que sempre montou meus cenários de teatrinhos na igreja, escola... e sempre melhorava o que eu tinha pensado. Um verdadeiro lorde. Nunca o ouvi dizer "merda" ou se descompor apesar da situação e de estar nervoso, bravo ou irritado. Muito domínio próprio. Sempre generoso. Sempre pensando no próximo. Faz muitas caretas. Gosta de dar sustos na gente (filhos) e na mamãe. Fica sem graça quando eu falo sobre sexo, mas quer sempre saber o que ando falando e o que penso. É bastante "careta", muito tradicional, mas me deixa ir morar onde eu quero, me ajuda a realizar meus sonhos e torce sempre por mim. Muito inteligente; um poeta; dinâmico... Já trabalhou em "100" ramos diferentes e encarou todos muito bem. Fez dinheiro, fez dívidas, construiu sonhos e os realizou. Está de pé, correndo, trabalhando, carregando tijolos, cheio de dignidade e integridade. Cheio de saúde e feliz. Dorme a noite toda como uma pedra. Acorda pronto para um novo dia. Homem interessante... ASsiste Chaves. Mesmo no momento difícil eu o vi pagar contas pra outras pessoas, se desfazer de coisas nossas pra ajudar o outro. Coração valente. Tenho tantos casos dele, mas eu conto pra vcs outra hora, em um encontro de família. É um peça rara.
 
A mãe é uma santa. "Madre Albinha de Beagá" :-). Companheiríssima. Mulher de beleza natural e curvas estonteantes. Uma gargalhada que fazem todos querer estar sempre juntinho dela. Conselhos de uma sabedoria e simplicidade ímpar. Íntegra. Coerente. Livre!!! Dirige a kombi como se estivesse em uma Pagero. Vive pra ver a gente feliz. Corre com a gente pra cima e pra baixo. Costura, lava, passa, cozinha, pinta, borda, desfila, faz escova no meu cabelo, diz que sou linda :-), é uma pedreira de mão cheia, arquiteta, decoradora, professora, motorista, bombeira, hoteleira, jardineira, fala inglês fluente, avó de 14 netos ... além de ser esposa do meu pai. Uma verdadeira mistura de "Jeannie é um gênio" e "Mulher Maravilha". Coração forte. Mãe pra ninguém botar defeito. Mulher apaixonante. Todos os meus amigos e amigas se encantam por ela. Pessoa fácil de amar. Tranquila, simples, feliz com o que tem. Quase nunca entende as doideiras do meu pai, mas o acha um gênio e fica do lado dele até o fim. Entende de tudo e faz tudo com muita perfeição. Mãos talentosas e abençoadas. Uma voz de rouxinol. Amo ouví-la cantar! Faz arranjos dignos de uma orquestra. Estudiosa. Engraçadíssima. Nossos tempos em Curitiba foram muitas gargalhadas. Pessoa deliciosa. Um anjo em nossas vidas.
 
Ambos servos do Senhor Jesus. A vida e exemplo deles me aproximaram do Senhor Jesus. É claro, que a escolha de serví-lO e seguí-lO é somente minha, mas ver Deus tão presente na vida deles foi um testemunho e tanto para minha vida. Sei que eles O amam acima de todas as coisas e crêem nEle em todo o tempo.
 
Enfim... a vida dos meus pais é uma verdadeira história de amor e amo assistí-la de camarote. Uma história assim, precisa ser compartilhada, mesmo que aqui, foi só um breve prefácio.
 
A este casal que amo tanto, que me inspira e me acompanha, desejo muita felicidade, gargalhadas milzes e muito mas muito amor. Amor que se renova e fortalece. Que o Senhor Jesus continue sendo o primeiro em suas vidas e a força maior que os move."
 
Pai e mãe,
Eu amo e admiro vocês demais! 
Feliz casamento.
Muitos abraços e beijos,
 
Ana Flávia
 
Sábado passado, fomos à "Nuit Blanche". É um evento muito legal aqui de Montreal. A tradução ao pé-da -etra é Noite Branca. Bom, mas o lance é que acontecem165 atrações ao mesmo tempo em toda Montreal: espetáculos de dança, teatro, exposições de arte, atividades esportivas na neve e vários lugares públicos ficam abertos para visitação durante toda a noite. E o metrô fica aberto também e de graça!!!!

Escolhemos a região do Velho Porto, a parte mais antiga da cidade. A prefeitura abriu as portas pra visita e nós fomos conhecer. Lá chegando, fomos avisados de que haveria um "espetáculo" (tudo aqui é espetáculo) no grande salão e lá fomos nós. Lá, fomos todos convidados a dançar uma dança típica do Quebec e qual não foi a nossa surpresa quando percebi que a dança típica é a nossa quadrilha de festa junina! Foi muuuuuuuuito legal e dançamos até. Fiz até um filminho pra vocês verem. O grande salão
Brasileirada animada

Eita casal bonito

Depois da quadrilha, enfrenamos uma fila enorme (sim, porque esse lance de ser de graça é igual no mundo todo: todo mundo quer) e muuuuuito frio, descemos o "Glissade" (escorregador de gelo). Não precisa nem dizer é foi bom demais!

E voilá a quadrilha!
video

domingo, 1 de março de 2009

Quarta-feira, dia 25-02, fomos assistir ao jogo do time de futebol de Montreal, o Impact. A partida foi pelas quartas de final da CONCACAF Champions League, que é como a Libertadores da América aqui da América do Norte. O jogo foi contra um time do México chamado Santos Laguna.

Foi bem bacana! A brasileirada se reuniu pra ir torcer. E foi legal também ver o pessoal daqui num jogo de futebol. Tudo muito civilizado. Cadeira numerada, manifestações de entusiasmo bem diferentes do que a gente tá acostumado aí no Brasil. Todo mundo muito comportado. Nada de coreografia da torcida (só uma "ola" muito bem feita que passou o estádio todo umas 4 vezes), nada de tropeiro, nada da charanga, nada das músicas já conhecidas, nada do mascote inflável, nada de pomponetes com celulites animando a torcida. Mas do que eu mais senti falta mesmo foi do tropeirão e do calor da torcida. Sabe na hora do gol que todo mundo suado se abraça e é amigo pra sempre e desde a infância? Pois é, aqui não tem não. Todo mundo cheirosinho batendo palma. Alguns até gritam mas nada disso passa de 2 minutos. Mesmo assim foi legal, diferente mas legal.
Amizade que supera as diferenças futebolísticas.

Lúcio, Bia e Pipe Lindo

Eu, Pipe Lindo e Bia

A ida. Muita gente.

Lá longe, uma bandeira do Brasil.

A turma toda.

O jogo.

Pipe Lindo, Lúcio e eu.

Só as meninas. Faltou a Lu.
A turma toda. O moço aí do lado tá achando a maior graça de bicar a nossa foto.

O casal mais lindo do estádio. Não, do mundo.

Terceiro redord nacional de público de todos os tempos do futebol.

Placar final.


video

O vídeo do primeiro gol.